scottcalhoun.info
Hospedagem de arquivos em portugues do futuro
 

BAIXAR PROVA UNEB 2009

scottcalhoun.info  /   BAIXAR PROVA UNEB 2009
postado por Daniele

PROVA UNEB 2009

| Gráficos e Design

    Contents
  1. PROVA UNEB 2009 BAIXAR
  2. provas anteriores bahiana ftc uneb enem
  3. Pré-vestibular Universidade para Todos aprova estudantes na Uneb | Governo do Estado da Bahia
  4. Provas de Concursos Anteriores Banca CONSULTEC - Download

PROCESSO SELETIVO no período das 8h30 às 12h e das 13h30 às 19h (Fonte: scottcalhoun.info) Prova - 1º dia - Caderno 1 - B59 - Sem Redação. 11/12/ - Publicação do Edital de convocação para as provas do Vestibular. 24/12/ - Publicação do Gabarito das Provas. 01/02/ - 1º dia de prova. Provas e Gabaritos dos vestibulares da UNEB. Provas UNEB 5 MB - downloads realizados. Provas e Gabaritos Uneb 4 MB -

Nome: prova uneb 2009
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
Licença:Somente uso pessoal
Tamanho do arquivo:56.40 MB


2009 BAIXAR PROVA UNEB

Baixe os Cadernos e resolva as questões para ver o que falta aprender. Luciana Audi. Todo em escola pblica Maior parte em escola pblica Todo em escola particular Maior parte em escola particular Metade em escola pblica, metade em escola particular 5. Rozinha Salesbrito. Segunda Guerra Mundial e a Amrica Latina. Estrutura econmica social, poltica e cultural da Repblica Velha. Pronomes pessoais. Posio Inicial: No interior da piscina, apoiado em uma das bordas no sentido do comprimento. Olhando para essa foto percebo que é de fato uma tendência da Bahia juntar cantor de pagode com dançarina, e depois do Carnaval viajar pros States. As faces da Fsica. Acho que pela frequência com que o dono ou a dona desse animal botava ele para ratinhho, ele pode ter adquirido outros movimentos, otmando que ele faz no braço, no traseiro dele.

11/12/ - Publicação do Edital de convocação para as provas do Vestibular. 24/12/ - Publicação do Gabarito das Provas. 01/02/ - 1º dia de prova. Provas e Gabaritos dos vestibulares da UNEB. Provas UNEB 5 MB - downloads realizados. Provas e Gabaritos Uneb 4 MB - UNEB divulga gabaritos do Vestibular , gabaritos Uneb , Vestibular Clique aqui para fazer download de todos os gabaritos. A prova de habilidade específica para os candidatos ao curso de Desenho. É muito importante que o Pré-Vestibulando procure ter contato com provas de vestibulares anteriores. Pensando nisso, a Coordenação do. A Uneb (Universidade do Estado da Bahia) divulgou os gabaritos oficiais das provas do vestibular A seleção teve inscritos.

NAO silvinho, a fifa nao unificou nada, nao corinthiaans parte dos jornalistas que que ensinam e influenciam seus leitores erroneamente. O atual representa um marco na vida do clube e dos jogadores.

PROVA UNEB 2009 BAIXAR

Ricardo de Lima Camargo disse: De de novo? O Brasileiro de ganhamos na bola também! Fica difícil entender o contexto com tantos erros de Português… fala sério! O atual técnico do Corinthians Tite conseguiu conquistar bons títulos para o time, incluindo: Naquela época, o Paulista era tradicional, maior que o Brasileiro.

This entry was posted on 0, 9 de dezembro de at Siga Corinthians no Twitter Timao para Sempre: Sem ele, camepao equipe levou cinco gols. Avise-me sobre novas publicações por email. Estudantes da Mooca, que tinha um elenco muito melhor. Que vem a ser, porventura, o Corinthians. Segundo Matenciop. Developing intercultural competence in the classroom. A study with EFL learners. E foi com esse prazer que cada um ia fazendo suas leituras, escrevendo suas cartas, ansiando pela resposta Lucchesi e Dieguezp.

A ordem dos livros: O ensino de língua materna destina-se a preparar o aluno para se comunicar, para entender e fazer-se entender nas mais diversas situações. Quem percebe o acontecimento une optar por uma das duas soluções possíveis: Eloisa de Araujo Ribeiro.

O ensino de lingua inglesa em diferentes contextos institucionais. Assim, Halim constrói muitas de suas experiências em espaço distante de sua terra de origem.

Pedro II hildaliafernandes hotmail. Cultura e identidade do falante de L2. Dessa forma, mantinha-se o grupo empenhado na continuidade do trabalho. Que nos torna o maior site com arquivos gratuitos para ler ou baixar na web.

Você poderia usar meu site para obter um arquivo. She Believes. Para quantificar os resultados dos candidatos do Processo Seletivo, sero adotados os procedimentos a seguir descritos para cada populao, distintamente. Clculo dos escores brutos. Clculo dos escores padronizados por disciplina. Clculo dos escores ponderados.

Clculos dos escores globais. Classificao dos candidatos que obtiverem o rendimento mnimo igual ou superior a meio desvio padro abaixo da mdia aritmtica dos totais de pontos obtidos pelos concorrentes em cada curso optado. Convocao dos candidatos optantes e no optantes pelo sistema de reserva de vagas, de acordo com as vagas do curso escolhido.

Persistindo o empate, sero comparados os escores globais obtidos pelos candidatos nas demais Provas Objetivas, considerando-se a Prova de maior peso para o curso optado pelo Candidato. Civil 4. A 2 opo ter validade somente para os cursos que no atingirem o preenchimento de vagas com candidatos que escolheram a 1 opo. Pargrafo nico.

Para os cursos com duas entradas no ano acadmico, a matrcula das turmas ser, respectivamente, uma no 1 semestre e outra no 2 semestre letivo, conforme calendrio. Havendo desistncia de matrcula, ser convocado novo Candidato habilitado, conforme a ordem de classificao divulgada. Gabinete da Reitoria, 24 de setembro de Espanhola e Literaturas Lic Direito 20 20 20 20 20 20 12 10 10 20 03 03 03 03 03 03 02 01 01 03 27 27 27 27 27 27 16 14 14 27 50 50 50 50 50 50 30 25 25 50 1 2 1 1 2 1 1 1 2 2 Matutino Noturno Vespertino Diurno Noturno Vespertino Vespertino Noturno Matutino Matutino.

Visual Desenho Ind. Aps o encerramento da matrcula do 1 semestre, ser publicada uma relao dos candidatos desses cursos para preenchimento das vagas do segundo semestre. Matemtica Lic. Anlise de Sistemas 16 16 12 02 02 02 22 22 16 40 40 30 1 1 1 Matutino Matutino Diurno. Inglesa e Literaturas Lic Histria Lic. Geografa Lic. Portuguesa e Literaturas Lic. Inglesa e Literaturas Lic. Espanhola e Literaturas Lic. Histria Lic.

PROVA UNEB 2009 BAIXAR

Administrao Mercadolgica 12 10 10 16 16 20 02 01 01 02 02 03 16 14 14 22 22 27 30 25 25 40 40 50 1 1 1 1 1 1 Vespertino Matutino. Cincias Biolgicas Lic.

Cincias Contbeis Enfermagem 16 12 20 20 12 02 02 03 03 02 22 16 27 27 16 40 30 50 50 30 1 1 1 2 2 Matutino Matutino Vespertino Noturno Diurno. Engenharia de Pesca Direito 20 16 16 20 16 03 02 02 03 02 27 22 22 27 22 50 40 40 50 40 1 1 1 1 2 Noturno Noturno Diurno Vespertino Matutino. Pedagogia Lic. Cincias Biolgicas Lic Histria Lic.

Administrao Geografa Lic. Administrao Enfermagem 20 20 20 20 12 03 03 03 03 02 27 27 27 27 16 50 50 50 50 30 1 1 1 1 1 Diurno Matutino Noturno Noturno Diurno.

Direito 20 20 20 03 03 03 27 27 27 50 50 50 1 2 2 Noturno Vespertino Noturno. O Comandante-Geral da Polcia Militar da Bahia, no uso de suas atribuies e de acordo com o disposto no art. DAS VAGAS Sero oferecidas duzentas vagas, a serem preenchidas por ordem de classificao e conforme as opes apresentadas de acordo com o quadro abaixo:. Sero declarados Aspirantes-a-Oficial PM aps a concluso, com aproveitamento, do referido curso, nos termos da Lei Estadual n.

Pesos na apurao dos resultados sero considerados os pesos abaixo discriminados por prova:.

UNEB 2009 PROVA BAIXAR

A Avaliao Psicolgica, prevista na Lei n. VI, como requisito e condio para ingresso na Polcia Militar, ter carter eliminatrio, no influindo na relao de classificao entre os candidatos aprovados. Para serem submetidos avaliao psicolgica, sero convocados os candidatos habilitados, conforme descrito no subitem 6. O processo de avaliao psicolgica ser realizado na cidade de Salvador-BA e o candidato dever acompanhar a publicao do Edital de Convocao para o Exame Psicolgico no Dirio Oficial do Estado.

A Avaliao Psicolgica, para fins de seleo de candidatos, consiste em um processo realizado mediante o emprego de um conjunto de procedimentos objetivos e cientficos regulamentados pela Resoluo n. Os exames psicolgicos tm por finalidade aferir a personalidade, inteligncia, funes cognitivas e habilidades especficas do candidato para verificar se ele apresenta caractersticas psicolgicas incompatveis com o exerccio da funo policial-militar.

A inaptido no exame psicolgico no pressupe a existncia de transtornos mentais. Indica apenas que o candidato contra-indicado no atende aos parmetros exigidos para o desempenho do cargo. A entrevista de devoluo no tem carter de reaplicao ou reavaliao do exame psicolgico.

Podero ser solicitados novos exames, ou pareceres de especialistas, para dirimir dvidas, os quais sero realizados s expensas do candidato. Da data constante do exame data de sua apresentao no poder haver um perodo superior a 30 trinta dias. Vila Policial-Militar do Bonfim, conforme o edital de convocao.

Pele e anexos; afeces do aparelho locomotor. Aparelho respiratrio; aparelho circulatrio; afeces vasculares; sangue e sistema hematopoitico; aparelho digestivo; aparelho gnito-urinrio; sistema nervoso, olhos, ouvido, nariz e garganta. Estas avaliaes tero como base as Portarias n. Estes documentos esto disponveis no site da PMBA www. Em qualquer outra situao, inclusive quando da no-realizao dos testes na data programada, o candidato ser considerado INAPTO nesta etapa do concurso 6.

Objetivo: Medir indiretamente a fora muscular de membros superiores e cintura escapular. Posio Inicial Masculina: O candidato dever segurar a barra com ambas as mos, estando os cotovelos, quadris e joelhos em extenso, sem contato dos ps com o solo. A posio da pegada pronada e correspondente distncia bi-acromial.

Posio Inicial Feminina: A candidata dever segurar a barra com ambas as mos, estando os cotovelos flexionados, quadris e joelhos em extenso, sem contato dos ps com o solo. Procedimento Masculino: O candidato dever elevar o seu corpo, atravs da flexo dos cotovelos, at que o queixo passe acima do nvel da barra, retornando posio inicial. Ser computado o nmero de movimentos completados corretamente. No haver limite de tempo, devendo a execuo ser contnua. O corpo dever permanecer ereto durante a execuo do teste.

Ser observado se os cotovelos esto em extenso total antes do incio de cada movimento de flexo e se o queixo ultrapassa a barra antes do incio do movimento de extenso. No ser permitido qualquer movimento de quadril ou de membros inferiores como auxlio, bem como tentativas de extenso da coluna cervical.

Procedimento Feminino: A candidata dever sustentar o peso do prprio corpo, mantendo o queixo acima do nvel da barra. O tempo ser registrado em segundo. Os quadris e joelhos devero permanecer estendidos durante o teste. O teste findar no momento em que o queixo tocar a barra ou deixar de ser mantido acima do seu nvel. Teste 2. Corrida de Velocidade 50 metros : ndice Masculino: 08 oito segundos; ndice Feminino: nove segundos e vinte centsimos. Objetivo: Medir diretamente a velocidade e indiretamente a potncia anaerbica altica, atravs do desempenho de correr 50 cinqenta metros no menor tempo possvel.

Posio Inicial: Posicionamento livre, anterior linha de partida. Sugere-se o afastamento antero-. Procedimento: Precedido da palavra Ateno, o sinal sonoro de incio do teste ser dado atravs de um silvo de apito.

Neste momento, o candidato dever deslocar-se correndo no percurso indicado, na maior velocidade possvel. O resultado ser o tempo, em segundo e centsimo de segundo, decorrido do sinal sonoro de incio do teste at o momento em que o tronco do candidato cruzar a linha demarcatria de chegada, completando a distncia de 50 cinqenta metros. Corrida em 2. Objetivo: Medir indiretamente a potncia aerbica atravs do desempenho em correr 2. Neste momento, o candidato dever deslocar-se correndo no percurso indicado.

O resultado ser o tempo, em minuto e segundo, decorrido do sinal sonoro de incio do teste at o momento em que o candidato completar a distncia de 2.

O candidato que parar de correr durante o teste, afastar-se do percurso estabelecido ou deslocar-se no sentido contrrio ao indicado ser considerado INAPTO. O candidato ser identificado por um nmero que dever dizer em voz alta para o seu avaliador cada vez que completar uma volta na pista.

Natao em 25 metros: ndice Masculino: 30 trinta segundos; ndice Feminino: 40 quarenta segundos. Objetivo: Medir a habilidade especfica natao , diretamente a velocidade e indiretamente a potncia anaerbica ltica, atravs do desempenho de deslocar-se no meio lquido por 25 vinte e cinco metros no menor tempo possvel.

UNEB BAIXAR 2009 PROVA

Posio Inicial: No interior da piscina, apoiado em uma das bordas no sentido do comprimento. Neste momento, o candidato dever deslocar-se no meio lquido, na maior velocidade possvel, no percurso indicado, por uma distncia de 25 vinte e cinco metros, em. O resultado o tempo registrado em segundo.

provas anteriores bahiana ftc uneb enem

Aps o incio do teste, o candidato que se apoiar, com qualquer parte do corpo, nas bordas laterais, nas raias, ou ainda, tocar o p no fundo da piscina, de forma que venha a favorecer a sua flutuao, ser considerado como INAPTO. Os testes sero aplicados na seguinte seqncia: 1 dia dinmico e esttico de barra fixa e corrida de velocidade 50 metros. Reteste O candidato que no alcanar o ndice determinado em qualquer dos testes fsicos, ter direito, no dia seguinte realizao do TAF, a uma nica reavaliao do s teste s fsico s em que for considerado INAPTO, quando, ento, de acordo com o seu desempenho, ser considerado APTO ou ter a sua inaptido confirmada em carter definitivo.

Atestado de Conduta Militar fornecido pela Organizao Militar onde servia o candidato, quando se tratar de reservista de 1 ou 2 Categoria, comprovando ter sido licenciado, no mnimo, no comportamento BOM. Os documentos descritos nos subitens 8. A inscrio do candidato implica a aceitao irrestrita das normas previstas neste Edital, sem direito compensao ou devoluo de taxa.

A data e as informaes sobre horrios e locais de realizao das etapas subseqentes ao Exame de Conhecimentos sero divulgadas oportunamente, atravs de Edital de Convocao a ser publicado no Dirio Oficial do Estado da Bahia. As informaes obtidas por meio de contato telefnico junto ao Departamento de Pessoal CRS no se revestem de carter oficial, devendo o candidato utilizar-se dos meios indicados no presente Edital para informar-se sobre a data, locais e horrios da realizao da prova.

O prazo de validade deste Concurso ser de 01 um ms, a contar de sua homologao. As despesas com exames mdicos especiais e necessrios inspeo de sade sero custeadas pelos candidatos; 9.

A aprovao e a classificao final geram, para o candidato, apenas a expectativa de direito nomeao. Durante o perodo de validade do Concurso, o Comandante-Geral da Polcia Militar da Bahia reserva-se ao direito de proceder as nomeaes, em nmero que atenda ao interesse e s necessidades do servio, de acordo com a disponibilidade oramentria e observado o nmero de vagas previstos neste Edital. Declara, por fim, ter conhecimento de que o Curso de Formao de Oficiais PM em re gime de internato e dedicao exclusiva.

Publicao das inscries indeferidas. Interposio de recursos. Divulgao da deciso final dos www. A partir de Disponibilizao do Carto de www. Carto de Informao do 7h50min Fechamento dos Portes. Dirio Oficial e jornais de grande circulao. O Boletim de Desempenho do Candidato estar disponibilizado no site www.

Para tanto, acessar o site www. ANEXO 1 1. Campo de Atuao: rgos federais, estaduais e municipais, rgos de economia mista, hospitais, empresas privadas e consultorias de comrcio exterior, empresa de turismo, universidades, permitindo o desenvolvimento de atividades docentes e de pesquisa e, ainda, em servios de consultorias de projetos e planejamento administrativo, etc.

As possibilidades de aplicao dos seus conhecimentos ampliam-se a cada dia, sendo cada vez maior seu campo de atuao. Campo de Atuao: elaborao de projetos que exijam a aplicao de conhecimentos inerentes rea, realizao de pesquisas, implantao, controle e avaliao de sistemas informatizados, em todas as atividades produtivas ou administrativas e em empresas pblicas e privadas. Campo de Atuao: organizaes governamentais voltadas para a preservao, para o saneamento e para o melhoramento do meio ambiente, Instituies de Educao Bsica e Superior.

Campo de Atuao:organizaes governamentais, comerciais, industriais e de prestao de servios, empresa de relaes pblicas, veculos de comunicao, entidades de classe, entidades recreativas e beneficentes, organizaes polticas, sociais e comunitrias.

Habilitao: Jornalismo em Multimeios Forma Profissional na rea de Comunicao Social, permitindo uma qualificao tcnica do domnio das prticas relacionadas aos meios impressos, sonoros e audiovisuais. Um perfil voltado para as tecnologias digitais, com nfase na Educao e na Cultura.

Campo de Atuao:veculos de comunicao, assessorias a empresas pblicas e privadas, instituies de ensino. Habilitao: Radialismo Forma profissional na rea de comunicao em radialismo, possibilitando a sua atuao tambm na rea de elaborao de programao dessa mdia, assessoria de comunicao e demais atividades relacionadas promoo da comunicao social na perspectiva do desenvolvimento sustentvel. Campo de Atuao: emissoras de rdio, rgos oficiais de comunicao social, de educao e cultura, assessorias a entidades de classe e de cooperativismo.

Campo de atuao: empresas do ramo de: impressos, embalagens, painis de leituras, identificao, sinalizao e ambientao, imagens seqenciais, multimdia, etc. Habilitao: Projeto do Produto Forma profissional para atuar na especializao que lida com os objetos e meios de produo, ou com os aspectos tridimensionais do produto.

Campo de Atuao: empresas do ramo de: vesturio, instrumentos, utenslios e dispositivos, mobilirios e equipamentos, embalagens, etc. Campo de atuao: advocacia, juizados, promotoria pblica, rgos de consultoria jurdica, procuradoria jurdica, assessoria jurdica, docncia e pesquisa. Cria grupos educativos, promovendo a sade e a. Avalia programas educativos para vrios segmentos da sociedade.

Campo de Atuao: instituies de educao bsica educao infantil, ensino fundamental e ensino mdio e de educao superior. Presta servios de assessoria e consultoria a rgos pblicos, empreendimentos particulares e meios de comunicao revistas, jornais, emissoras de rdio e televiso , em matrias e programas relacionados Educao Fsica. Atua tambm em instituies e academias especializadas, centros comunitrios e parques pblicos. Campo de Atuao: como profissional liberal - clnica de enfermagem particular, hospitais e maternidades, clnicas e unidades de sade da rede bsica, gerncia de instituies e unidades de sade, docncia em escolas tcnicas de auxiliares e em universidades, permitindo o desenvolvimento de atividades de ensino de graduao e pesquisa em enfermagem.

Campo de Atuao: casa da agricultura, cooperativas agrcolas, extenso agrcola, fazendas, laboratrios de pesquisas, indstrias de fertilizantes, organizaes governamentais e universidades. Habilita profissionais de nvel superior de natureza especializada em planejamento e nos diversos graus de complexidade, no que concerne ao aproveitamento dos produtos pesqueiros, aquicultura, tcnica de pesca , tcnica do pescado, investimento em pesquisa ecolgica aqutica, administrao e economia pesqueiras.

Realiza a interface entre as reas administrativa e tcnica das empresas. Este engenheiro possui uma slida formao em Engenharia, Administrao e Informtica que o capacita a introduzir modificaes nas empresas, visando ao uso mais racional dos fatores de produo e melhoria de produtividade e da qualidade de processos e produtos.

Gerencia custos operacionais, dedica-se ao estudo da ergonomia e participa de todo o processo de produo. Campo de Atuao: empresas da indstria da construo civil construtoras, incorporadoras,.

Campo de Atuao: atuar nos diversos nveis de ateno sade, exercendo atividades referentes aos frmacos e aos medicamentos, s anlises clnicas e toxicolgicas e ao controle de alimentos. Campo de Atuao: atuar em todos os nveis de ateno sade, com base no rigor cientfico e intelectual; adotar a sade coletiva, buscando integrar os aspectos preventivos, curativos e de reabilitao de modo equilibrado; planejar, gerenciar e avaliar as atividades de fisioterapia; realizar diagnsticos e intervenes profissionais; integrar equipes multiprofissionais em unidades hospitalares, reas afins, academias, entre outros.

Campo de Atuao: como profissional liberal, atua em consultrios e clnicas; rgos pblicos e privados de sade e nas universidades, realizando ensino, pesquisa e extenso. Campo de Atuao: instituies de educao bsica e superior, instituies pblicas e privadas, no mbito da especializao. Campo de Atuao: instituies de educao bsica e superior, rgos de servio pblico, rgos de difuso cultural e artstica, editoras e outras.

Campo de Atuao: instituies de educao bsica e superior, assessoria a empresas, fundaes, associaes de. Campo de Atuao: empresas, hospitais, clnicas, creches, asilos, centros de reabilitao, escolas e rgos governamentais e nas universidades, realizando ensino, pesquisa e extenso.

Campo de Atuao: atua na rea educacional como docente e pesquisador nos diferentes nveis e modalidades de ensino, ou seja, Educao Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental e do Ensino. Mdio, em espaos formais e no formais de educao. Nas atividades tcnicos-educativas poder desenvolver estudos, anlises e pesquisas da rea da rea educacional, em geral, e organizar programas de treinamento e atualizao para professores.

Como profissional executa trabalho de natureza tcnico-administrativa e cultura, visando ao aprimoramento das organizaes. Concebe, realiza e avalia cursos de aperfeioamento, bem como elabora materiais didticos pedaggicos. Constri e avalia programas e currculos. Realiza palestras e consultorias. Poder, ainda, ocupar cargo cujas atividades lhe determinem estabelecer polticas de desenvolvimento de recursos humanos e gesto educacional.

Campo de Atuao: instituies de educao bsica e superior das redes pblica e privada.

2009 UNEB BAIXAR PROVA

Estar tambm capacitado para lidar com as dimenses humana e tica concernentes ao Exerccio de sua profisso no mbito das organizaes. Campo de Atuao: desenvolvimento de sistemas de informao, atuao na rea de infra-estrutura de tecnologia da informao, gesto de sistemas de informao, prestao de servios de consultoria, desenvolvimento de pesquisa aplicada rea de tecnologia da informao. A atividade turstica abrange vrias hierarquias de complexidade, no topo das quais est o planejador de produtos tursticos novos, seja por intermdio de organismos oficiais ou empresas privadas.

Contemplando habilidades em Turismo e Hotelaria, o curso objetiva levar a este profissional uma viso global e responsvel frente aos novos meios de produo, capaz de solucionar rpida e eficazmente uma contingncia no prevista pela mquina.

Campo de Atuao: rgos federais, estaduais e municipais voltados para o desenvolvimento urbano, em particular, em torno dos setores que compem a vida das cidades, em universidades, permitindo o desenvolvimento de atividades de ensino, de extenso e de pesquisa e, ainda, em empresas privadas de servio de consultoria, de projetos e planejamento urbanos.

Estrutura, compreenso e interpretao de diversos textos verbal e no-verbal. Nveis e funes de linguagem. Processos de composio dos textos narrativos, descritivos e dissertativos. Linguagem: conotao e denotao, figuras de linguagem, formas do discurso direto, indireto e indireto livre.

Ortografia vigente no Brasil. Palavras: classificao, estrutura, formao e flexo. Frase orao e perodo: estrutura, organizao, classificao. Termos da orao e suas funes. Relaes sinttico-semnticas entre as oraes de um perodo. Sintaxe de concordncia, de regncia e colocao.

Recursos de pontuao. Periodizao da Literatura Brasileira. Contexto histrico sociocultural, econmico e poltico do Barroco atualidade. Autores e obras. Discute impresso identitrias a partir dos textos literrios. Sugesto de leitura as obras sugeridas tm por finalidade a contextualizao dos estilos de poca e a orientao de leitura dos candidatos. O Pagador de Promessas, de Dias Gomes Trata-se de uma das melhores obras de Dias Gomes, que enfoca o misticismo popular brasileiro e a intolerncia dos que detm o poder numa sociedade desigual, injusta e opressora.

Z do Burro o brasileiro que provm do mundo rural, de um universo cultural com traos bem definidos que contrapem aos do mundo urbano. Dias Gomes, atravs da ao de Z do Burro, enfoca criticamente o direito liberdade.

Tenda dos Milagres de Jorge Amado -Obra literria que retrata conflitos tnicos na cidade do S a l v a d o r e a o m e s m o tempo lana uma proposta para compreenso da identidade nacional brasileira. O texto denuncia perseguies ao povo negro e aos candombls no incio do sculo na cidade do Salvador. A narrativa nos leva a uma discusso com vrios acontecimentos da histria da cidade da Bahia e do Brasil, tais como polticas de extermnio do povo negro e episdios de intolerncia religiosa.

Clara dos Anjos , Lima Barreto - O romance Clara dos Anjos conta a histria de uma moa negra seduzida por um rapaz no-negro. Cassi Jones um homem de m fama que, entre outras atitudes criminosas, se aproxima de Clara dos Anjos somente com o intuito de fazer mais uma vtima de suas conquistas.

Para tanto, no hesita at em matar. Clara dos Anjos representa o preconceito sofrido por mulheres. Aps consumar o ato, Cassi foge, pois j era procurado pela polcia, e Clara com sua me vo ao encontro da famlia do cafajeste, para cobrar casamento, afinal a moa estava grvida. Sem algum senso de justia, ame de Cassi reprime a moa, deixando claro que o filho jamais assumiria uma mulher negra.

Trata-se de uma obra significativa, selecionando poetas representativos das vrias geraes da poesia do sculo XX na Bahia, alinhados em ordem cronolgica. Na coletnea, encontram-se 66 poetas que procuram em sua maioria, de forma independente a dico universal e cotidiana do estar no mundo com obras ricas, inventivas, domnio absoluto da linguagem, mostrando a riqueza de recursos formais que vo do soneto ao verso livre, exercitados com conhecimento de causa.

As Meninas, de Lygia Fagundes Teles - Trata-se de um romance de linha psicolgica, em que a autora apresenta a vida e as relaes afetivas, sexuais e familiares de trs jovens, de origem, de formao e de intelectualidades diferentes, universitrias internas em um pensionato de freiras na cidade de So Paulo, em fins da dcada de 60, quando a ditadura militar fechava o cerco repressivo sobre a sociedade brasileira.

As trs universitrias, Lorena estudante de Direito , Ana Clara estudante de Psicologia e Lia estudante de Sociologia e mais conscientizada do grupo e militante da esquerda universitria eram muito amigas e compartilhavam angstias e projetos pessoais.

O fascnio do romance est na forma como a autora cria individualidades ricas e complexas na sua trama e lhes d representatividade histrico-social. Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Vidas secas , romance narrado em terceira pessoa, foi escrito inicialmente como contos independentes. Muito mais do simples prosa r e g i o n a l , p o d e s e r l i d o como expresso universal das tenses sociais, pois trata do homem em situao de extrema pobreza e esmagado pela.

Os membros da famlia de retirantes nordestinos - Sinh Vitria, Fabiano, os dois meninos nonomeados - so mais animalizados do que a cachorra Baleia e apresentados como seres parados, incapazes de se comunicar, de compreender a realidade que os subjuga e de reagir contra a situao; apenas sobrevivem, sem perspectivas, fugindo da seca e da natureza sempre hostil.

Histria Concisa da Literatura Brasileira. Rio de Janeiro: Jos Olympio, A argumentao na comunicao. Bauru: Edusc, Introduo Literatura no Brasil. Nova Gramtica do Portugus Contemporneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, Moderna Gramtica da Lngua Portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, Prtica de Textos: Lngua Portuguesa para nossos estudantes. Petrpolis: Vozes: Comunicao em Prosa Moderna.

Rio de Janeiro: Fundao Getlio Vargas, Anlise e Produo de Textos. So Leopoldo: Unisinos, Do Texto ao Texto. So Paulo: Scipione, Para entender o texto. So Paulo: tica, Lies de Textos. Os candidatos devero compreender textos verbais e no-verbais, extrados de autores modernos e de publicaes de jornais e de revistas; identificar idias centrais e especficas. Tipos: freqncia, modo, lugar, tempo, intensidade, dvida, afirmao.

Expresses adverbiais. Palavras de relao! Derivao de palavras pelos processos de prefixao e sufixao. English Grammar; Cassell's students. London: Cassel Publishers, Oxford practice grammar. Oxford: Oxford University Press, A High School Coursebook.

So Paulo: FTD, Compact English Book. Ensino Mdio. Volume nico. Edio Especial. So Paulo: tica. Srie Novo Ensino Mdio.

UNEB BAIXAR 2009 PROVA

So Paulo: tica Graded English. So Paulo: Moderna, Grasping the meaning. Compreenso inteligente de textos. Rio de Janeiro: Ao Livro Tcnico, Gramtica Delti da Lngua Inglesa.

Great Britain. Oxford: Oxford University Press. INGLS 1. Verbais 1. No-verbais 2.

Formao do plural: regular, irregular e casos especiais. Contveis e no-contveis. Formas possessivas dos nomes! Modificadores do nome. Artigos e Demonstrativos! Definidos, indefinidos e outros determinantes. Demonstrativos de acordo com a posio, singular e plural. Graus comparativo e superlativo: regulares e irregulares. Numerais Cardinais e Ordinais 2. Pessoais: sujeito e objeto.

Possessivos: substantivos e adjetivos. Verbos Modos, tempos e formas!

Pré-vestibular Universidade para Todos aprova estudantes na Uneb | Governo do Estado da Bahia

Regulares e irregulares. Auxiliares e impessoais. Two-word verbs. Voz ativa e voz passiva.

Provas de Concursos Anteriores Banca CONSULTEC - Download

O gerndio e seu uso especfico. Discurso direto e indireto. Sentenas condicionais. O candidato dever ser capaz de demonstrar o domnio das estruturas bsicas da lngua francesa, versando sobre a seguinte programao: 2. Substantivos e adjetivos: estrutura, formao e flexo.

Pronomes pessoais. Pronomes "en" e "y". Preposies, advrbios e conjunes mais usuais. Verbos mais usuais nos seguintes modos e tempos! E nas formas nominais:! Tipos de frase! Semntica: sinonmia e antonmia. Grammaire Franaise Paris: Librairie Larousse, Gramtica Nova do Francs. L'arte de conjuger. Paris: Hatier, Grammaire Progressive du Francais.

Niveau intermdiaire. Paris: CLE Internationale, Niveau dbutant. Mthode de franais. Paris: Achette, Comunication express. Textos verbais. Textos no-verbais. Classes de Palavras: Nomes: substantivos e adjetivos: gnero, nmero e grau. Apcope do adjetivo. Determinantes: Artigos casos de substantivao. Formas pessoais e no-pessoais. Modo, Tempo e Aspecto. Regulares e Irregulares. Perfrases Verbais. Advrbios e locues adverbiais.

Preposies e locues prepositivas. Conjunes e locues conjuntivas. Elementos constituintes.